Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cockpit Automóvel - Conteúdos Auto



Domingo, 20.10.13

ENSAIO: Kia Cee`d SCoupé 1.6 CRDI


Carro com marca coreana, o Ceed foi pensado e concebido para o mercado europeu. E sendo produzido também na Europa, não se estranhe que, por tudo isto e mais um punhado de razões, seja o modelo do construtor com maior sucesso por estas bandas. Lançada em meados do ano passado, a nova geração só pouco antes do Verão de 2013 recebeu a versão Scoupé, que aprimorou em relação à anterior, a forma provocante das suas linhas. Tem um preço base de 21.145 euros com a mecânica a gasóleo 1.4 CRDi, embora o modelo mais vendido em Portugal esteja equipado com este 1.6 CRDi de 128 cv. Pena é que o desempenho deste motor não acompanha aquilo que o chassis promete! (PROSSEGUIR PARA O TEXTO DO ENSAIO AO KIA SCOUPÉ PRO-CEED 1.6 CRDI/128 CV)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quinta-feira, 10.01.13

ENSAIO: Kia Cee’d 1.4 CRDi ISG (5 portas e SW)


Mais sedutor e sofisticado, o novo familiar coreano cresceu em qualidade e em economia, com motores mais poupados e de manutenção menos dispendiosa. Embora o espaço interior e uma boa relação preço/equipamento continuem a ser os seus atributos mais importantes, na verdade, o conjunto passou a ter também uma presença mais marcante e desportiva.

Em grande parte devido à frente em cunha mais aerodinâmica, se bem que o traço do novo Cee’d, sobretudo a versão carrinha, revele um ar mais maduro e convicto. Este primeiro ensaio respeita versões equipadas com o motor diesel menos potente da gama, o bloco a gasóleo 1.4 de 90 cv que serve, para já, as variantes de 5 portas e carrinha. No final deste texto estão tabelas actualizadas com os preços da nova gama Cee’d para Portugal. (PROSSEGUIR PARA O ENSAIO COMPLETO AO KIA CEE'D 1.4 CRDi de 5 portas e SportsWagon)

Autoria e outros dados (tags, etc)

Terça-feira, 13.11.12

Campanha especial de lançamento do Kia Ceed em Portugal

A comercialização da nova geração do Kia Ceed arrancou em Portugal no início de Novembro e a Kia Portugal tem uma oferta muito especial para quem adquirir a versão 1.4 CRDi até final de Março de 2013: além da conhecida garantia de 7 anos, o importador português oferece a manutenção programada por 5 anos ou 75.000 kms, de acordo com o plano oficial da marca. Sem dúvida, uma mais valia para os tempos que correm. O novo Ceed de 5 portas está disponível a partir de cerca de 18 mil euros, a versão SW por cerca de mais 1000 euros, quando equipados com o motor a gasolina 1.4 Esta versão diesel em particular tem preços que começam antes dos 20 mil euros. Mais características sobre este modelo no seu TEXTO DE APRESENTAÇÃO.

Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segunda-feira, 21.05.12

APRESENTAÇÃO: Kia Ceed (MY 2012)

Três anos depois da última renovação, a marca coreana apresta-se a substituir o seu modelo mais popular apresentado em 2007. O Ceed foi grande impulsionador das vendas e responsável pelo incremento da imagem da marca, sendo em Portugal bastante popular nas versões carrinha e coupé de três portas. Estreado em 2012 no Salão de Genebra, o novo Ceed é mais um modelo asiático concebido e construído no continente europeu, que vai ao encontro dos gostos dos consumidores ocidentais. Saiba a seguir mais sobre o carro que este verão chega a Portugal.

Com um traço dinâmico e sedutor, é ligeiramente mais baixo do que o seu antecessor, sendo evidente a aproximação à nova identificação inaugurada com o Kia Rio. Isso reforça a imagem mais desportiva que apresenta, prometendo maior sofisticação e uma experiência de condução mais envolvente.
Com este novo Ceed, o sucesso que o Rio tem granjeado e com a renovação de outras gamas que deverão ocorrer em breve, como a do Sorento, o fabricante espera consolidar-se como uma das principais marcas de automóveis na Europa.
Lançado em 2007, o Ceed original foi um marco numa estratégia de mudança de imagem da Kia. Projectado, desenvolvido e construído na Europa, foi o primeiro modelo da Kia a assumir o desejo de afrontar a posição de modelos com forte representatividade no Velho Continente. Os elogios da informação especializada e a aceitação d público demonstraram a validade e a razão dessa aposta, tornando-o num veículo verdadeiramente competitivo em termos de vendas.

Forma e dimensões

Não há maneira de esconder que o Kia Ceed de 2012 partilha muitas características técnicas e mecânicas com o seu primo Hyundai i30 (ver AQUI o texto de apresentação deste modelo). Tal como a anterior geração, serão construídos na mesma fábrica e irão concorrer com a mesma mecânica e níveis semelhantes de equipamento, variando, naturalmente, consoante o mercado e o importador.
O novo Ceed é mais longo e mais baixo que o seu antecessor, com mais 5 cm no comprimento (4.310 milímetros) e menos 1 cm na altura (1.470 milímetros).
Baseado numa plataforma completamente nova, a distância entre eixos é de 2.650 mm, sendo, por isso, uma das maiores do segmento C.
A aparência mais atlética é reforçada por vias mais larga, apesar da largura da carroçaria ter ficado 1 cm mais estreita. Mas os eixos dianteiro e traseiro foram aumentados em cerca de 17 mm e 32 mm, respectivamente. O impacto desportivo é ainda incrementado pelo ligeiro rebaixamento do centro de gravidade, resultando numa aproximação ao solo, e pela disponibilidade de jantes de 17 ou 18 polegadas.
A silhueta mais "em cunha" do exterior ganhou elegância e aerodinamismo com o ângulo mais inclinado do pára-brisas e com a eficácia de um spoiler traseiro, colaborando para a redução do consumo e do ruído da cabine.

Motores

A preocupação primária foi conceber um conjunto eficaz na redução de consumos e emissões, sem sacrificar a resposta dinâmica do novo Ceed. Motores actualizados e várias pequenas alterações importantes, contribuíram para tal, resultando numa melhoria da média de consumo de combustível da ordem dos 4 por cento em toda a gama.
Consoante o mercado, será disponibilizada uma vasta gama de motores com potências compreendidas entre 90 e 135 cv.
Existem dois motores a gasolina - 1,4 MPI e 1.6 GDI 1,6 com 100 e 135 cv, respectivamente - e dois motores diesel - um VVGT 1.4 com 90 cv e 1.6 VGT com 110 ou 128 ps.
Alguns mercados europeus conhecerão também uma versão 1.6 MPI a gasolina com 130 cv.
Apesar da presença de um motor a gasóleo 1.4, a versão mais equilibrada para a gama continuará a ser, certamente, a equipada com a unidade de 1,6 litros com turbo de geometria variável. Gerando 128 cv e 260 Nm de binário, este motor tem à escolha uma caixa manual de seis velocidades ou transmissão automática com dupla embraiagem para uma maior suavidade na troca de velocidade. A capacidade de resposta desta versão permite ao Ceed cumprir os tradicionais 0 aos 100 km/h em menos de 11 segundos, com um consumo combinado de apenas 4,1 l/100 km.
Versão “ISG” com tecnologias de redução de consumo baixam este valor para 3,7 l/100 km e emissões de CO2 a partir de apenas 97 g/km.
No que toca às versões a gasolina, o mais potente e desportivo 1.6 possui injecção directa para maximizar a potência (135 cv) e o binário (165 Nm), minimizando, em simultâneo, o consumo de combustível e as emissões. Este motor permite acelerar até aos 100 km/h em 9,9 segundos, com um consumo médio de 5,8 l, ou 5,2 l na versão ISG.

Tecnologia

Tal como acontece com outros modelos da Kia na Europa, o novo Ceed disporá de tecnologia redutora de consumos, como forma de optimizar a eficiência e diminuir as emissões. A tecnologia estará disponível para os motores a gasóleo e a gasolina com transmissão manual e inclui ISG (Start/Stop), pneus de baixa resistência ao rolamento e um sistema de gestão do alternador (AMS).
A condução ficou ainda mais suave e com melhor comportamento graças à nova direcção hidráulica variável, aos melhoramentos efectuados ao nível da suspensão – para uma maior estabilidade e aderência à estrada – e com o aumento da rigidez torcional da nova carroçaria: o novo ceed é 45 por cento mais rijo que o que o modelo original, permitindo aos engenheiros da Kia introduzirem inúmeras pequenas mudanças que influenciam o desempenho e a impressão de qualidade deste novo modelo.
O novo sistema de direcção eléctrica permite um diâmetro de viragem de 10,34 metros, mas alguns modelos poderão dispor do “Flex all-new Steer ™” para aumentar a dinâmica da condução. Este sistema apresenta três modos de operação - conforto, normal e desportivo - permitindo ao condutor variar o nível de assistência da direcção em função da aderência e do tipo de andamento.

Habitabilidade e conforto

O habitáculo mais refinado e confortável beneficia das melhorias aerodinâmicas, da maior rigidez da carroçaria mas também de pormenores menos perceptíveis: vidros mais espessos, aerodinamismo dos retrovisores exteriores, novos suportes do motor, vedações revistas e aumento de material isolante no interior dos pilares.
O aumento da distância beneficiou naturalmente a habitabilidade, com os ocupantes dos bancos dianteiros a disporem de mais 12 milímetros de altura e 21 mm de espaço para as pernas. Atrás os ganhos não são tão evidentes, excepção feita à capacidade da mala que, na versão de 5 portas, passou a ser de 380 litros.
Os modelos da Kia sempre se distinguiram pela aposta nas novas tecnologias. Não é, por isso, de estranhar que, a par do incremento da qualidade dos materiais, surjam itens como entradas e comandos para iPod ou sistemas auxiliares de som, porta USB e um sistema de áudio com seis alto-falantes. E, claro, equipamento de navegação e um multifuncional computador de bordo.
Além de desportivos, a conjugação de tons, iluminação led e revestimentos do interior do novo Ceed conferem-lhe um ambiente quase luxuoso. Mais ainda em versões que disponham de painel TFT com alta definição, climatizador “dual-zone”, assento do condutor com memória ou tejadilho panorâmico em vidro.

Equipamento e segurança

Naturalmente que no exterior do novo Kia Ceed brilhará uma nova iluminação diurna em LED e, consoante a versão, faróis direccionáveis e com comutação automática entre máximos e médios para uma melhor visão nocturna.
Poderá ainda dispor de assistência ao estacionamento, combinando uma série de sensores com o controlo automático da direcção para facilitar as manobras de parqueamento lateral. Ao condutor bastará comandar a caixa de velocidades e os pedais.
À procura da classificação máxima nos testes de segurança EuroNCAP, o novo modelo não descura acessórios como o ESP (Programa electrónico de estabilidade), ABS, BAS (Assistência a travagens de emergência), HAC (assistência à condução em percursos bastante inclinados para evitar que o carro descaia), VSM (controlo da estabilidade em estrada) e ESS (sinalização de travagem de emergência, que acciona automaticamente os piscas nessa situação).
Em termos de segurança passiva, além dos reforços da carroçaria, a protecção dos ocupantes é assegurada com seis airbags de série - frontais, laterais dianteiros e de cortina de comprimento total – e, a dos peões, melhorada com a adopção de faróis retracteis, pára-choques mais baixo e estruturas de absorção de choque no capot.


Procura automóvel novo, usado ou acessórios? Quer saber mais sobre este ou sobre outro veículo?

Autoria e outros dados (tags, etc)



Procura carro novo, usado ou acessórios?


Pesquisar notícias ou ensaios anteriores

Pesquisar no Blog  



Quem somos...

"COCKPIT automóvel" é um meio de comunicação dirigido ao grande público, que tem como actividade principal a realização de ensaios a veículos de diferentes marcas e a divulgação de notícias sobre novos modelos ou versões. Continuamente actualizado e sem rigidez periódica, aborda temática relacionada com o automóvel ou com as novas tecnologias, numa linguagem simples, informativa e incutida de espírito de rigor e isenção.
"COCKPIT automóvel" é fonte noticiosa para variadas publicações em papel ou em formato digital. Contudo, a utilização, total ou parcial, dos textos e das imagens que aqui se encontram está condicionada a autorização escrita e todos os direitos do seu uso estão reservados ao editor de "Cockpit Automóvel, conteúdos automóveis". A formalização do pedido de cedência de conteúdo deve ser efectuado através do email cockpit@cockpitautomovel.com ou através do formulário existente na página de contactos. Salvo casos devidamente autorizados, é sempre obrigatória a indicação da autoria e fonte das notícias com a assinatura "Rogério Lopes/cockpitautomovel.com". (VER +)